Caldeirão Fulinaímico - na geléia geral brasileira o céu de abril não é de anil


23/05/2007


fotos: ricardo bousquet

 

tempestade

 

quero um beijo intenso

na escaldante efervescência

do nosso dia a dia

com a velocidade dos raios

e mega bytes de poesia

na tempestade das tardes

Yansã quem mais valia

com alguns gigas na memória

te vejo em frevos de Olinda

meu desejo em tua boca

alta tensão que nunca finda

 

Artur Gomes

http://arturgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

http://almadepoeta.com/arturgomesmusicaepoesia.htm

 

 

 

 

Escrito por artur fulinaíma gomes às 11h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico